O câncer de próstata é uma neoplasia maligna e é uma das mais comuns, comum entre os homens.
Segundo estimativas do INCA para 2018 no Mato Grosso do Sul teremos 1190 casos novos diagnosticados, o que corresponde a aproximadamente 1/3 de todos os tumores diagnosticados em nosso estado.
As alterações na citoarquitetura prostática que resultam no câncer de próstata iniciam na quarta década de vida, aumentando 10% a partir de então.
Na maior parte dos casos não há sintomas em estágios iniciais e os casos avançados podem apresentar com dores ósseas e retenção urinária, por exemplo.
A melhor prevenção é através da realização de exames como o Antígeno Prostático Específico (PSA) e o Toque Retal (exame feito para identificar irregularidades ou nódulos na próstata).
O PSA é uma proteína produzida pela próstata em diversas situações, dentre elas o câncer de próstata, dai a importância de prosseguirmos a investigação se níveis alterados de PSA.
Outra ferramenta que utilizados para rastreio é através do toque retal. Cerca de 18% dos tumores são detectados apenas através do toque, e quando alterado aumenta em 2,5 vezes a chance de detecção de Câncer de Próstata e risco 2,7 vezes maior de tumor de alto grau (mais agressivos).

Add Comment